Página inicial / Dicas / Carta de recomendação: O que é e para quem pedir?

Carta de recomendação: O que é e para quem pedir?

Carta de recomendação Acadêmcia

Para estudar em muitas universidades ao redor do mundo, ter apenas uma boa nota nas provas e um bom currículo pode não ser suficiente. A carta de recomendação é uma exigência de boa parte das universidades estrangeiras de renome, para aceitar alunos de intercâmbio em seus cursos e estabelecimentos.

Mas você sabe o que é uma carta de recomendação e para quem pedir? Nesse artigo falamos um pouco sobre o tema.

 

O que é uma carta de recomendação?

A carta de recomendação é uma carta escrita por uma pessoa que trabalhou, estudou ou te orientou em alguma parte da sua vida acadêmica, apresentando seu perfil e por que você pode ser apto para estudar em uma instituição de ensino.

Cartas de recomendação podem ser exigidas para cursos de graduação (especialmente para quem vai aplicar para bolsas de estudo), apesar de serem mais comuns em admissão em cursos de pós-graduação e extensão.

 

Quem escreve a carta de recomendação?

A carta de recomendação deve ser escrita por pessoas que realmente te conhecem e que tenham uma relação de trabalho, acadêmica ou até pessoal com você. Não busque por aquele professor ou colega de trabalho que tem uma carreira de sucesso, mas que você nunca trocou uma ideia. Peça a carta para um professor que lhe ensinou algo, para um colega de trabalho que te admira ou um acadêmico que realmente conheça a diferença que você pode fazer para a instituição de ensino que pretende aplicar o processo de entrada.

 

Quantas cartas preciso enviar?

As instituições de ensino, de maneira geral, informam no ato da inscrição no curso quantas cartas de recomendação eles esperam receber de você. Normalmente, são solicitadas entre duas ou três cartas, que devem ser desenvolvidas por pessoas que conheçam diferentes aspectos sobre você e que preferencialmente não se conheçam.

 

O que deve estar escrito na carta?

Não existe um guia sobre como escrever a melhor carta. Por isso, é importante que a individualidade do relato de cada recomendante apareça no texto, para ela realmente soar sincera e verdadeira para os avaliadores.

Entretanto, de maneira geral a carta de recomendação deve relatar como você é como aluno, como profissional ou como acadêmico. Informações sobre conquistas pessoais durante esse período, estudos ou trabalhos executados por você também são importantes de ser relatados. Suas competências e hábitos também podem ser abordados na carta, tudo com a intenção de mostrar para os avaliadores que você é o candidato ideal e que se encaixa no perfil do programa de ensino.

 

Ela deve ser grande?

Uma carta de recomendação não deve ser grande demais e nem curta demais. Ela deve ter tamanho suficiente para você apresentar todas as informações que a universidade precisa conhecer sobre seu perfil acadêmico, pessoal e profissional. Lembre-se que, é claro, o conteúdo é bem mais importante que a quantidade de palavras, mas também tome cuidado para não entregar um material pequeno e pouco significativo.

Com a carta em mãos, lembre de traduzi-la para o idioma que a universidade exige (caso a pessoa que escreveu tenha optado pelo português) e enviá-la no momento certo da inscrição, de acordo com as normas da instituição.

 

Você já fez ou recebeu uma carta de recomendação antes? Conte para a gente suas experiências!

 

Comentários

Sobre IntercâmbioDireto.com

Somos uma plataforma online que conecta estudantes e escolas no exterior sem taxa de agência, com suporte e assessoria grátis.

Checar também

visto

Visto Negado: O que fazer para ele ser aprovado

Você provavelmente já sabe que, para viajar para alguns países (ou viver lá por alguns …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *